Meio Ambiente

Aplicação de técnicas analíticas na química forense

A química forense é o ramo das ciências forenses voltado para a produção de provas materiais para a justiça, através da análise de substâncias diversas em matrizes, tais como drogas lícitas e ilícitas, venenos, resíduos de incêndio, explosivos, resíduos de arma de fogo, combustíveis, tintas e fibras (ROMÃO, 2011).
Para as análises químico/toxicológicas é imprescindível que o laboratório tenha a disposição métodos analíticos simples e inequívocos, uma vez que os resultados obtidos contribuem para a confirmação da substância em pesquisa ou análise (COSTA, 2010).
Para tanto, requer técnicas de fácil execução e com respostas rápidas, como os testes de triagem, e técnicas mais específicas baseadas num princípio de detecção diferente, que concretiza uma etapa confirmatória (LIMBERGER, 2010).
Os métodos de triagem apresentam alta sensibilidade e menor especificidade. Já os métodos confirmatórios são de alta especificidade. Para que o resultado da análise seja considerado positivo, o resultado da triagem e da confirmação devem ser positivos, segundo os critérios pré-determinados e internacionalmente aceitos (FASSINA, 2007).
Caberá ao químico forense escolher qual é a técnica mais apropriada para a análise, baseando-se em critérios como aplicabilidade, sensibilidade, seletividade, precisão e exatidão da técnica, além da disponibilidade e do custo da análise (COSTA, 2008).
Diversas são as técnicas analíticas utilizadas para a elucidação de crimes e criação de provas materiais, no entanto, existem algumas técnicas que são cruciais num laboratório de química forense: espectroscopia na região do infravermelho com transformada de Fourier, espectroscopia Raman, cromatografia gasosa e cromatografia líquida de alta eficiência.
Neste artigo de revisão, serão mostradas as principais aplicações forenses das técnicas analíticas. Na área de drogas de abuso serão enfatizadas as técnicas cromatográficas; e na área de documentoscopia, serão abordados a espectroscopia na região do infravermelho e Raman.