Agente de trânsito,Segurança

Comportamento para uma boa educação no trânsito

Desde há muito se tenta implantar a educação para o trânsito no país, onde se
tornou praticamente insuportável a atual situação do trânsito, pois aparece como
causa primeira dos infortúnios a culpa dos próprios motoristas e outros envolvidos.
Dessa forma, a implementação a respeito da introdução de uma disciplina exclusiva de educação no trânsito nas escolas das redes municipais, estaduais e federais são de suma importância. Já os objetivos específicos buscam demonstrar a necessidade de uma educação para o trânsito já no ensino fundamental de forma mais profissional e compromissada; verificando o nível de conhecimento dos alunos com relação à educação no trânsito; demonstrar os direitos e deveres dos cidadãos no trânsito.

Agente de trânsito,Segurança

INFRAÇÕES DE TRANSITO

2 DESENVOLVIMENTO
Conheça algumas das infrações gravíssimas mais comuns e saiba como evitá-las:
Dirigir com carteira vencida há mais de 30 dias
Não ficar atento ao prazo de renovação da CNH é um erro bastante comum. Muitas pessoas só percebem que a carteira de motorista está vencida quando são paradas em uma blitz. Por isso é fundamental prestar atenção a este detalhe, já que esta é uma das infrações gravíssimas, levando a multa, recolhimento da CNH e retenção do veículo até que alguém com habilitação válida vá retirar o automóvel.
Para evitar esta multa gravíssima não tem jeito, é preciso ficar de olho na data de vencimento da carteira. Uma dica bastante eficiente é colocar um lembrete na agenda do celular, por exemplo. A renovação da CNH deve ser feita a cada cinco para quem tem até 65 anos e a cada três anos a partir dos 65 anos.
Avançar sinal vermelho
Aproveitar o final do sinal verde e acabar ultrapassando o sinal vermelho é uma atitude muito recorrente entre os condutores. Pode parecer uma transgressão simples, mas também é considerada uma das infrações gravíssimas de trânsito, com multa e sete pontos na CNH. Apesar de não prever medidas administrativas, caso a infração seja seguida de uma acidente com vítima, o condutor poderá também responder judicialmente.
Por isso, esta multa gravíssima também não tem outra maneira de ser evitada se não respeitando a sinalização. No entanto, caso a infração não venha com foto tirada pelo radar é possível recorrer, já que o DETRAN determina a obrigatoriedade da descrição completa de dados sobre a ocorrência, entre eles a foto.
Dirigir alcoolizado
Dirigir alcoolizado é considerada uma das principais infrações gravíssimas, pois o álcool altera os reflexos do condutor, reduz sua capacidade de percepção de velocidade e de realizar curvas, entre tantas outras interferências. As penalidades para quem dirige alcoolizado ocorrem em duas esferas: criminal e administrativa.
Na primeira é aplicada multa de dez vezes o valor base das infrações gravíssimas, sete pontos na CNH, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e a necessidade de realização de curso de reciclagem. Já na esfera criminal, o condutor pode ser autuado caso seja constatada a ingestão de mais de 0,30 mg/l, levando à detenção de seis meses a três anos. Nos últimos anos, passou a ser aceita para esta constatação não apenas o resultado do exame do bafômetro ou exame de sangue, mas também provas testemunhais, como por exemplo, vídeos.
É importante lembrar que o condutor embriago que causar acidente com vítimas fatais responde também por homicídio como crime doloso, quando se assume o risco de matar.
A Lei Seca é de 2008, mas passou a ser mais rigorosa em 2012. Para evitar este tipo de multa gravíssima a melhor opção é não conduzir quando se for ingerir bebidas alcoólicas, combinar com amigos e conhecidos quem será o motorista da vez ou utilizar transporte público, táxi ou uber ao ir a eventos. Dirigir sóbrio não é apenas uma forma de evitar uma multa, mas, principalmente, um ato de responsabilidade e respeito no trânsito.
Dirigir ou transportar em moto ou triciclos passageiro sem capacete
Dirigir ou transportar passageiro em moto sem capacete está na lista das infrações gravíssimas, passível de multa e recolhimento de habilitação.
Já foi comprovado em diversos estudos que o uso do equipamento pode diminuir consideravelmente acidentes fatais. Dessa maneira, o seu uso é imprescindível, não havendo maneira melhor de evitar esta multa a não ser usando-o.
É importante ressaltar que o condutor deve utilizar um capacete com certificação de qualidade. O Código Brasileiro de Trânsito exige que o equipamento seja certificado por organismo creditado pelo INMETRO e deve vir com selo ou etiqueta da instituição.
Dirigir acima da velocidade
Ultrapassar a velocidade é a infração mais cometida em todo o país e se enquadra em diversas categorias de acordo com a porcentagem de excesso de velocidade.
Dirigir com velocidade acima de 50% da permitida é considerada infração de trânsito gravíssima que leva à multa, sete pontos na carteira, suspensão do direito de dirigir e recolhimento do veículo. Além de cumprir o tempo de suspensão, para que o condutor possa voltar a dirigir é preciso fazer um curso de reciclagem.
Para evitar a multa gravíssima é preciso respeitar a sinalização e ficar atento. Atualmente, muitos carros podem ser programados para sinalizar sonoramente quando se ultrapassa determinada velocidade. Outra dica são os aplicativos com GPS que avisam quais os limites de velocidade determinados e se o condutor estiver ultrapassando o valor.
Ultrapassagens irregulares
É considerada infração gravíssima a ultrapassagem pela contramão em curvas, aclives e declives, faixa de pedestres, pontes e viadutos, além de ultrapassagem em sinais luminosos e cruzamentos, em locais onde for faixa contínua- dupla ou simples-, pelo acostamento, etc. A penalidade é de sete pontos na CNH e multa.

3 CONCLUSÃO
Concluindo, as infrações gravíssimas levam esta denominação, pois são potenciais geradoras de acidentes. Por isso, é fundamental estar sempre atento e dirigir de maneira responsável no trânsito.

2 DESENVOLVIMENTO
Conheça algumas das infrações gravíssimas mais comuns e saiba como evitá-las:
Dirigir com carteira vencida há mais de 30 dias
Não ficar atento ao prazo de renovação da CNH é um erro bastante comum. Muitas pessoas só percebem que a carteira de motorista está vencida quando são paradas em uma blitz. Por isso é fundamental prestar atenção a este detalhe, já que esta é uma das infrações gravíssimas, levando a multa, recolhimento da CNH e retenção do veículo até que alguém com habilitação válida vá retirar o automóvel.
Para evitar esta multa gravíssima não tem jeito, é preciso ficar de olho na data de vencimento da carteira. Uma dica bastante eficiente é colocar um lembrete na agenda do celular, por exemplo. A renovação da CNH deve ser feita a cada cinco para quem tem até 65 anos e a cada três anos a partir dos 65 anos.
Avançar sinal vermelho
Aproveitar o final do sinal verde e acabar ultrapassando o sinal vermelho é uma atitude muito recorrente entre os condutores. Pode parecer uma transgressão simples, mas também é considerada uma das infrações gravíssimas de trânsito, com multa e sete pontos na CNH. Apesar de não prever medidas administrativas, caso a infração seja seguida de uma acidente com vítima, o condutor poderá também responder judicialmente.
Por isso, esta multa gravíssima também não tem outra maneira de ser evitada se não respeitando a sinalização. No entanto, caso a infração não venha com foto tirada pelo radar é possível recorrer, já que o DETRAN determina a obrigatoriedade da descrição completa de dados sobre a ocorrência, entre eles a foto.
Dirigir alcoolizado
Dirigir alcoolizado é considerada uma das principais infrações gravíssimas, pois o álcool altera os reflexos do condutor, reduz sua capacidade de percepção de velocidade e de realizar curvas, entre tantas outras interferências. As penalidades para quem dirige alcoolizado ocorrem em duas esferas: criminal e administrativa.
Na primeira é aplicada multa de dez vezes o valor base das infrações gravíssimas, sete pontos na CNH, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e a necessidade de realização de curso de reciclagem. Já na esfera criminal, o condutor pode ser autuado caso seja constatada a ingestão de mais de 0,30 mg/l, levando à detenção de seis meses a três anos. Nos últimos anos, passou a ser aceita para esta constatação não apenas o resultado do exame do bafômetro ou exame de sangue, mas também provas testemunhais, como por exemplo, vídeos.
É importante lembrar que o condutor embriago que causar acidente com vítimas fatais responde também por homicídio como crime doloso, quando se assume o risco de matar.
A Lei Seca é de 2008, mas passou a ser mais rigorosa em 2012. Para evitar este tipo de multa gravíssima a melhor opção é não conduzir quando se for ingerir bebidas alcoólicas, combinar com amigos e conhecidos quem será o motorista da vez ou utilizar transporte público, táxi ou uber ao ir a eventos. Dirigir sóbrio não é apenas uma forma de evitar uma multa, mas, principalmente, um ato de responsabilidade e respeito no trânsito.
Dirigir ou transportar em moto ou triciclos passageiro sem capacete
Dirigir ou transportar passageiro em moto sem capacete está na lista das infrações gravíssimas, passível de multa e recolhimento de habilitação.
Já foi comprovado em diversos estudos que o uso do equipamento pode diminuir consideravelmente acidentes fatais. Dessa maneira, o seu uso é imprescindível, não havendo maneira melhor de evitar esta multa a não ser usando-o.
É importante ressaltar que o condutor deve utilizar um capacete com certificação de qualidade. O Código Brasileiro de Trânsito exige que o equipamento seja certificado por organismo creditado pelo INMETRO e deve vir com selo ou etiqueta da instituição.
Dirigir acima da velocidade
Ultrapassar a velocidade é a infração mais cometida em todo o país e se enquadra em diversas categorias de acordo com a porcentagem de excesso de velocidade.
Dirigir com velocidade acima de 50% da permitida é considerada infração de trânsito gravíssima que leva à multa, sete pontos na carteira, suspensão do direito de dirigir e recolhimento do veículo. Além de cumprir o tempo de suspensão, para que o condutor possa voltar a dirigir é preciso fazer um curso de reciclagem.
Para evitar a multa gravíssima é preciso respeitar a sinalização e ficar atento. Atualmente, muitos carros podem ser programados para sinalizar sonoramente quando se ultrapassa determinada velocidade. Outra dica são os aplicativos com GPS que avisam quais os limites de velocidade determinados e se o condutor estiver ultrapassando o valor.
Ultrapassagens irregulares
É considerada infração gravíssima a ultrapassagem pela contramão em curvas, aclives e declives, faixa de pedestres, pontes e viadutos, além de ultrapassagem em sinais luminosos e cruzamentos, em locais onde for faixa contínua- dupla ou simples-, pelo acostamento, etc. A penalidade é de sete pontos na CNH e multa.

3 CONCLUSÃO
Concluindo, as infrações gravíssimas levam esta denominação, pois são potenciais geradoras de acidentes. Por isso, é fundamental estar sempre atento e dirigir de maneira responsável no trânsito.

CONCLUSÃO

Concluindo, as infrações gravíssimas levam esta denominação, pois são potenciais geradoras de acidentes. Por isso, é fundamental estar sempre atento e dirigir de maneira responsável no trânsito.

CONCLUSÃO

Concluindo, as infrações gravíssimas levam esta denominação, pois são potenciais geradoras de acidentes. Por isso, é fundamental estar sempre atento e dirigir de maneira responsável

Agente de trânsito,Segurança

O papel do Agente de Transito

No dia a dia do agente, ele irá efetuar o controle dos veículos estacionados nas áreas definidas, receber e conferir talões de estacionamento, recibos e avisos emitidos a veículos que estão irregulares perante a legislação de trânsito.
Além disso, vai realizar a venda de talões e folhas avulsas de estacionamento aos usuários; emitir avisos de irregularidade a veículos não portadores do cartão de estacionamento ou com cartão preenchido de forma inadequada/irregular.
Segundo o Manual Brasileiro de Fiscalização de Trânsito, o papel do agente de trânsito é desenvolver atividades voltadas à melhoria da qualidade de vida da população, atuando como facilitador da mobilidade urbana ou rodoviária sustentáveis.