Garçom Saiba Como Surgiu a Profissão e Como ter um Restaurante de Sucesso

O senhor deseja ver o Cardápio?

Mais alguma coisa?

A sua conta senhor!

Ao chegar a um restaurante, muitas dessas frases, são ditas por uma figura respeitável e essencial para o seu bem estar, um funcionário importantíssimo e tradicional para a história de qualquer estabelecimento.

Sendo valorizado em muitos países, o garçom ainda não tem o reconhecimento devido no Brasil, que ainda caminha a passos vagarosos na consideração por esta classe.

Vamos abordar algumas curiosidades sobre esta profissão tão nobre, descrevendo um pouco da origem da função, o possível país aonde nasceu o garçom, e como alguns costumes, como a gorjeta, que gera tanta discussão em alguns lugares, pode ser tratada como uma ação natural.

Fique à vontade e acompanhe nosso texto!

O nascimento do guardião do Cardápio

Por volta de 1765 na França, um empreendedor quebrou os paradigmas locais ao oferecer uma famosa sopa em um espaço próprio, fora dos padrões da época, aonde este tipo de refeição, só era servida apenas em hospedarias para grandes grupos. Como a sopa se tornará um alento para o paladar e um renovador das forças, a iguaria foi chamada de “restaurant”.

Foram escolhidos rapazes (que traduzido para o francês, fica garçons), para servir as sopas, consolidando assim a função.

Assim começa a popularização do guardião do cardápio, que trouxe inúmeros costumes e particularidades, inclusive o costume da famosa gratificação e prêmio, mais conhecido como “gorjeta”.

Como surgiu a gorjeta?

Na Europa, a gratificação extra por um serviço bem prestado, começou a se popularizar no pagamento de uma bebida, ou em dinheiro para poder compra-la. O termo se fortificou na Alemanha no ano de 1509. Segundo alguns relatos históricos, um artesão pediu literalmente dinheiro para um cliente, para comprar bebida, usando a palavra “trinkgeld”, referindo-se integralmente ao pagamento extra.

Este tipo de gratificação, tornou-se um tipo de padrão em muitos restaurantes do mundo, sendo uma valorização do trabalho de garçom.

Vida de garçom: Valorizações e Questionamentos

Nos EUA por exemplo, o garçom é muito valorizado, sendo os 10%, uma forma de salário também. Ao chegar em um restaurante no exterior, seria muito deselegante, não oferecer uma quantia relativa ao bom atendimento recebido. Já no Brasil, existe uma resistência por parte dos clientes no pagamento da gorjeta, porém existem algumas leis e regulamentações em vigência, que estão tornando legitimo este tipo de prática em muitos restaurantes.

Um dos melhores negócios que alguém pode ter, sem dúvidas, é um restaurante, pois, quando bem administrado, em todos os sentidos, ele tende a ser um grande sucesso entre os clientes e novos clientes.

Existem diversos tipos de restaurantes, aqueles de comidas específicas de cada país, como o mexicano, japonês, árabe e, também, o tradicional de comidas brasileiras. Podemos acrescentar nesta lista as hamburguerias, temakerias e muitos outros.

As opções são diversas para quem deseja abrir um restaurante, mas lidar apenas com o tipo de comida que será servido não é a única preocupação que o empresário precisa ter. Existem diversos outros pontos que devem receber uma atenção melhor para fazer com que o seu restaurante obtenha sucesso.

Pensando nisso, separamos algumas dicas valiosas para que o seu restaurante seja um verdadeiro sucesso!

Cuide da Experiência do Cliente

Um dos fatores mais importantes para que qualquer negócio tenha grande sucesso, com certeza, é em relação à experiência do cliente, pois se eles recebem um bom atendimento e um produto de qualidade, a sua satisfação será bem maior.

Existem algumas formas de fazer com que o cliente goste do seu restaurante e volte mais vezes e, também, existem formas para descobrir com precisão a experiência que o cliente teve em uma refeição no seu restaurante. Algumas delas são:

Peça para que eles dêem um feedback

Ter um feedback sincero é uma das melhores ferramentas para garantir melhorias para o seu negócio, por isso, incentive esse costume em seu restaurante.

Uma boa forma de fazer com que o cliente responda a algumas perguntas é oferecer algum tipo de bebida ou até mesmo algum desconto na conta como forma de agradecimento por esse feedback. Além de deixá-los felizes em receber algo do restaurante, as chances do retorno é ainda maior.

Cuide bem do ambiente do seu restaurante

 Lembre-se sempre que a primeira impressão é a que fica. Então, se o seu restaurante for acolhedor, bem decorado, limpo e com uma construção e disposição de móveis agradáveis, os clientes ficarão encantados com essa impressão e as chances de sentarem para fazer uma refeição são maiores.

Leve em consideração o estilo do restaurante, por exemplo, se for um restaurante mexicano ou japonês, faça uma decoração a caráter, assim o ambiente ficará mais aconchegante e o cliente ficará mais animado.

Cuide de todos os detalhes, principalmente do cardápio

Os detalhes ajudam a deixar o ambiente ainda mais bonito e quando é tomado um cuidado especial para cada canto do seu restaurante, o cliente percebe e leva isso em consideração no momento de avaliá-lo.

Um desses detalhes é em relação ao cardápio. Eles precisam combinar com o estilo do restaurante tanto em relação ao seu design como também em relação aos nomes dos alimentos e bebidas.

Um exemplo muito prático e simples disso é em restaurantes de comidas específicas como um mexicano ou japonês, por exemplo. Além do cardápio ter um estilo diferente, os nomes dos alimentos e bebidas podem ser inspirados em algo típico do país.

A concorrência no ramo de restaurantes é acirrada, sem dúvidas. Só na cidade de  São Paulo, bares e restaurantes ultrapassam a casa dos 50 mil estabelecimentos.

A boa notícia é que existem nichos para todo tipo de público, desde os mais simples até os mais sofisticados ou temáticos. Por isso, é possível, sim, destacar-se e criar uma clientela própria. Veja a seguir quatro dicas para incluir no seu planejamento e garantir que seu restaurante estará à frente da concorrência:

Cuide do Ambiente

O cuidado com o salão é fundamental para garantir o bem-estar de seus clientes. Por isso, não descuide de itens como a iluminação, que pode ser colorida ou clássica, dependendo do estilo de seu restaurante.

A decoração com algumas obras de arte também é bastante indicada. Esse tipo de peça pode ajudar a começar uma conversa e também ajuda a reforçar a identidade do ambiente.

Capriche na Apresentação do Prato

Cada vez mais as pessoas fotografam os pratos que acham bonitos. Isso quer dizer que pratos bem apresentados também podem atrair clientes para seu restaurante. Além de, direta ou indiretamente ajudar na divulgação e fidelização.

Lembre-se de investir em jogos americanos de qualidade, eles também aparecem nas fotos!

Escolha a Trilha Sonora Adequada

A música correta pode ser um grande diferencial de seu restaurante. Além de reduzir a poluição sonora externa e personalizar o ambiente, a música certa também ajuda de outras formas.

Por exemplo, se o objetivo for incentivar a conversa, melodias acústicas de violão e piano caem muito bem. Se, por outro lado, o que você quer é incentivar conforto e tranquilidade, MPB ou jazz serão ótimas opções.

Surpreenda!

Você também pode se destacar da concorrência ao surpreender seu cliente com promoções ou diferenciais como: drink ou sobremesa de presente no dia do aniversário. Outra excelente ideia é oferecer, gratuitamente, uma cesta de pães enquanto o cliente aguarda a chegada do prato. Personalizar esta cesta será um diferencial ainda maior.

Frank da Conceicao da Silva

São Luís - MA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *