Introdução a Biossegurança

Biossegurança envolve a prevenção para trabalhadores contra agentes patológicos, mas não apenas existem profissionais formados que precisam seguir a biossegurança, alunos de ensino fundamental, médio, graduação e pós-graduação precisam seguir os princípios da biossegurança para o desenvolvimento do trabalho laboratorial seja ele em analises clinicas, pesquisa ou no ensino de maneira segura e confiável, mas o que é biossegurança? Serve apenas para evitar doenças relacionadas com patógenos?

Um pouco sobre Biossegurança

Segundo o curso, biossegurança é o conjunto de medidas que busca minimizar os riscos de uma determinada atividade, não apenas os que afetam o profissional no desenvolvimento de sua função, mas também minimizar danos ao meio ambiente. Para o manual de biossegurança da Universidade de São Paulo a biossegurança tem como objetivo minimizar os riscos de contrair enfermidades em ambiente de trabalho através de um conjunto de procedimentos, ações, técnicas, equipamentos e métodos capazes de reduzir os riscos nas atividades que envolvam agentes biológicos.

A preocupação com as instalações laboratoriais e boas práticas nesses locais, onde ocorre exposição a agentes patogênicos, riscos físicos, químicos, riscos ergonômicos também faz parte da biossegurança. Através de normas básicas de proteção individual e coletiva. Uma norma básica individual é a lavagem das mãos assim que entra e sai do laboratório e a cada procedimento. Além do uso de equipamentos individuais como jaleco, óculos, botas, mascaras, toucas e luvas que devem ser utilizados exclusivamente dentro do laboratório, para evitar contaminação do material interno com de agentes externos ou da população e ambiente com material interno.

Todos que frequentam o laboratório estão sujeitos a biossegurança

O laboratório é um ambiente restrito de acordo que sua funcionalidade. Todo pessoal, seja profissional ou aluno que trabalhe com substância químicas, material biológico, sujeitos a radiação, manipule perfuro-cortantes ou equipamentos com base de funcionamento físicos como micro-ondas, centrifugas, ultrassom, autoclave, fluxos laminares, bico de Bunsen devem seguir as recomendações e procedimentos operacionais padrão de acordo com níveis de segurança do laboratório, que são em ordem crescente de 1 à 4 de acordo com o grau de proteção ao frequentador, meio ambiente e à comunidade. 

Para o curso, a biossegurança minimiza a exposição aos riscos e garante a saúde do trabalhador, da população e do ambiente, e o não comprimento de suas normas pode acarretar em transmissão de doenças e até em epidemias. No então a biossegurança não está apenas relacionada com transmissão de doenças ao trabalhador e a comunidade, evita danos físicos, por exemplo, cortes, queimaduras ou até mesmo incêndios. Um exemplo de acidente aconteceu no laboratório da UFRJ em 2018, no qual uma aluna de pós-graduação pode ter manipulado de maneira imprudente um reagente químico ocasionando uma explosão com três feridos dentre eles a própria aluna. Qualquer acidente que ocorra nas dependências do laboratório deve ser coactado a chefia para uma posterior analise e minimização desse risco.

Referências

BAHIA. Manual de Biossegurança. Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Controle Sanitário. BRASIL. Universidade Federal da Bahia. Instituto de Ciências da Saúde. Disponivel em: http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/manuais/biosseguranca/manual_biosseguranca.pdf Acesso em 17 de fevereiro de 2019

GOIAIS. Normas de utilização e segurança de utilização e segurança para os laboratórios de ensino e pesquisa de química. Ministério da educação. Secretaria de educação profissional e tecnologia. Instituto de educação, ciência e tecnologia de Goiás, Departamento de áreas acadêmicas. Câmpus Luziânia. Disponível em: https://www.ifg.edu.br/attachments/article/1103/NORMAS-DE-UTILIZACAO-E-SEGURANCA-PARA-OS-LABORATORIOS-QUIMICA.pdf  Acesso em 17 de fevereiro de 2019

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Manual de biossegurança Superintendência de saúde/divisão de saúde ocupacional. Serviço especializado em engenharia de segurança e medicina do trabalho. Disponível em: https://www.pgfarmacoicbusp.com.br/wpcontent/uploads/2017/05/BIOSSEGURANCA-NAS-ATIVIDADES-EXERCIDAS-NA-UNIDADE-manual_biosseguranca_usp.pdf Acesso em 17 de fevereiro de 2019

https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2018/08/16/aluna-ferida-em-explosao-em-laboratorio-da-ufrj-pode-responder-por-lesao-corporal-culposa.ghtml Acesso em: 19 de fevereiro de 2019

Alessandra Catarina Chagas de Lima

Rio de Janeiro - RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *