Noções Gerais de Biossegurança para Tatuadores

Este trabalho trata-se de um apanhado geral e sucinto de ações e medidas, que promovem o processo de biossegurança para tatuadores, dentro do ambiente de estúdio.  

Biossegurança

O processo de biossegurança dentro do estúdio de tatuagem abrange cuidados com o ambiente, protocolos de ação e atendimento, o descarte correto residual para a proteção da comunidade e meio-ambiente, medidas que visam a redução de riscos com acidentes ocupacionais e disseminação de contaminantes. A  biossegurança é um processo progressivo e funcional, este não possui um ‘fim’ e precisa estar integrado dia-a-da do estúdio.

Tenha conhecimento do que faz, procure saber, estudar e atualizar os conhecimentos sobre as condutas e medidas de segurança, e principalmente ter responsabilidade na hora do trabalho. Boas práticas não beneficiam apenas clientes e profissionais de um estúdio, mas toda sua comunidade.

Medidas de Proteção

Antes de um atendimento sempre exija a leitura e assinatura de um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. Exija documento de identidade com foto comprovando a maioridade do cliente e as informações escritas no Termo de  Consentimento . Após os procedimento instrua os clientes, ou forneça uma cartilha, explicando os cuidados com a cicatrização e conservação da tatuagem. Não deve-se indicar pomadas e nem remédios para a dor.

A higiene e limpeza das mãos são fundamentais para evitar a proliferação disseminação de microrganismo. Não utilize anéis e pulseiras,mantenha as unhas curtas. Evite passar a mão ,com ou sem luva, no cabelo, rosto, nariz, boca e olhos, dentro da sala de procedimentos, e fora dela, sem ter lavado as mãos antes, este hábito inocente favorece a dissipação de microrganismos e consequentemente pode levar a quadros de contaminação.

Não beber, fumar, comer ou mascar chicletes na área de procedimentos. Certificar-se de possuir as vacinas contra tétano e hepatite. É aconselhável o tatuador realizar exames de sangue regularmente, exemplo a cada 6 meses, para verificar a presença de possíveis doenças. Antes de iniciar um procedimento limpar a pele do cliente com álcool 70%, repetir a ação ao fim da sessão.

Certifique-se de conhecer os produtos químicos utilizados no ambiente, saber dos perigos e riscos dos produtos de limpeza, assim como das atividades realizadas dentro da sala de procedimentos. Tenha um protocolo de ação que conte com os materiais que serão consumidos durante o procedimento, para que tenha-se o controle deste consumo e não falte nada durante a tatuagem, como por exemplo uma biqueira de tamanho apropriado para a troca de agulhas.

Sempre utilizar e zelar pelo uso de equipamentos de proteção pessoal. Envolver os borrifadores, a maca e apoiadores de membros, alças, botões, monitores, a fonte,e a superfície da bancada com barreiras de proteção impermeáveis, ou plástico PVC . Colocar protetores de clipcord e de máquina, e as barreiras de proteção na frente dos clientes  e descartá-los, assim como as outras barreiras de proteção e plástico PVC, sempre que um atendimento for finalizado.

Todas as agulhas e batoques deverão ser descartáveis, e as biqueiras descartáveis ou de material metálico e esterilizado. Após a esterilização destas peças elas devem ser armazenadas individualmente  em envoltórios limpos e apropriados.

Equipamento e Proteção

Sempre utilizar luvas descartáveis ,de látex ou nitrílicas, para montar o equipamento e organizar a bancada antes do procedimento, durante o procedimento e para a limpeza da área após o procedimento. Trocar as luvas entre as etapas descritas acima e sempre que estas estiverem visivelmente sujas, para evitar a dispersão de microorganismos.

Lavar as mãos com sabão neutro e passar álcool 70% antes e depois dos procedimentos, pois podem abrir pequenas fissuras nas luvas durante o processo de tatuar. Quando existir a necessidade de repor a tinta nos batoques ,durante a tatuagem, retirar as luvas, lavar as mãos, colocar um par de luvas novas e realizar a reposição da tinta.

É aconselhado a utilização de sapatos fechados e de material impermeável para evitar acidentes envolvendo queda de agulhas, contaminação com respingos de fonte humana e de tinta. Mantenha uma rotina de limpeza periódica desse calçado.

A utilização de  máscara de proteção cirúrgica é importante tanto para evitar que gotículas provenientes da respiração e fala do tatuador contamine o cliente ,quanto para evitar que possíveis gotículas de tinta e secreções espirradas durante a tatuagem afetem o tatuador. Estas devem ser trocadas sempre que ficarem úmidas ou com respingos visíveis.

A utilização de óculos e avental de proteção também são aconselhados. Nao sair da área de procedimentos sem antes retirar a máscara, luvas e avental de proteção, para evitar que os microorganismos se espalhem  para outros locais e pessoas. Para também evitar que microrganismos do ambiente exterior possam adentrar a sala de procedimentos e vice-versa utilizar, e solicitar que o cliente utilize, Pro-pé descartável.

Ambiente

A sala de procedimentos, onde as tatuagens são feitas, precisa ser em um ambiente fechado, limpo e livre de umidade. Esta deve sempre estar em ordem e ao perceber algo fora do lugar, coloque-o de volta .Desorganização dos materiais no ambiente e falta de recolhimento de lixo são fatores  que podem proporcionar acidentes e contaminação.

É importante que haja a separação ,em armários distintos,  do material esterilizado e dos equipamentos limpos. Tenha fora da área de procedimentos um espaço para a guarda dos produtos químicos de limpeza.

O ambiente deve conter uma pia com água corrente propriá para a higienização dos materiais e outra para a higienização das mãos,  boa iluminação, área de procedimento que deve estar separada de uma espaço para a recepção dos clientes e um sanitário. Este não pode possuir plantas, animais, medicamentos, objetos pessoais  e nem uma área residencial em seu interior.

É recomendado que os pisos e paredes do ambiente sejam lisas e de material lavável. Caso haja mais de um espaço de atendimento a sala de procedimentos, estes devem estar numa distância mínima de 1 metro um do outro.

Limpeza

A limpeza da  bancada, maca e chão da área de procedimento, assim como a troca do lixo contaminante, deve ser realizada sempre após a realização de uma tatuagem. É indicado a utilização de detergente enzimático para retirar o grosso da sujeira , como os respingos de tinta, secar com papel toalha,  em seguinte aplicar álcool 70% por toda superfície e esperar que este seque. Para respingos de tinta ou sangue secos, deixá-los de molho na água oxigenada volume 10 ante de realizar o procedimento de limpeza.

Estes procedimentos de higienização  devem ser realizados de cima para baixo, do local mais limpo para o mais sujo, e com a utilização luvas descartáveis, papel toalha, e pode-se utilizar panos, que devem ser deixados por um tempo de molho em compostos clorados a 10.000ppm após o uso. Os panos utilizados para a limpeza da mobília e para o chão devem ser diferentes.Depois dos procedimentos de tatuagem e da limpeza do ambiente, as mãos e antebraços devem ser lavados com sabão neutro, secos e aplicados sobre eles alcool 70%.

Não é recomendado varrer e nem espanar o ambiente do estúdio. A limpeza com rodo e pano de chão, com detergente enzimático e desinfetante, e a posterior aplicação de álcool 70% é um método de limpeza eficaz e eficiente para o ambiente.

Descarte e manejo de resíduos

O descarte dos resíduos deve ser feito separando-os de acordo com sua tipologia em recipientes e latas de lixo, separados e apropriados para cada tipo. O local de descarte destes deve ser sinalizados com um adesivo na tampa e uma cor de sacola plástica diferente para cada um deles

Os resíduos comuns incluem solidos, semi-solidos,tecidos, papel higiênico papel toalha, que não tenham entrado em contato com secreções e objetos contaminantes, papel carbono, recicláveis, embalagens de  produtos sem periculosidade, e sujidades por exemplo. É aconselhado separar este em reciclável e não recicláveis, que devem ser retirados diariamente do estúdio.

Os resíduos infectantes devem ser descartados em sacos brancos com o símbolo infectante visível. Este recebe máscaras, luvas, barreiras de proteção, batoques, materiais que entraram em contato com secreções humanas, como o papel toalha utilizado durante o atendimento. Deve ser retirado das lixeiras no final de cada atendimento, e deve contratado um serviço especializado para sua coleta e posterior incineração.  Itens perfurocortantes devem ser descartados em caixas tipo Descarpack, e quando tiver ? de sua capacidade cheia, ser recolhido por um serviço especializado.

Referências

Laboratório de Hemoglobinas e Genética das Doenças Hematológicas. Manual de Biossegurança. São Paulo. Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”.

NADAV/DIMCB/ANVISA.REFERÊNCIA TÉCNICA PARA O FUNCIONAMENTO DOS SERVIÇOS DE TATUAGEM E PIERCING .Brasília, 2009

OPPERMANN, Carla; CAPSI, Lia. Manual De Biossegurança Para Serviços De Saúde. Porto Alegre,Prefeitura Municipal de Porto Alegre, 2003.

Secretaria da Saúde. Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde. Diretoria de Vigilância e Controle Sanitário.Universidade Federal da Bahia. Instituto de Ciências da Saúde. Manual de Biossegurança. Salvador.DIVISA. 2001.

Fernanda Soares Povill de Souza

Rio de Janeiro - RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *