O Papel do Gestor Escolar

Este estudo teve como objetivo realizar uma pesquisa envolvendo o papel do gestor escolar, por meio do coordenador pedagogico, na coordenação pedagógica de um centro de Encino Fundamental do distrito federal. Para compreender o contexto em que ocorrer foi necessario vivenciá- lo. A analise das de informação revela que o profesor coordenador pedagogico realmente auxilia o professor, mas de uma forma empiria, deconhecendo a legislação sobre suas atribuições, apontadas por diverses estudiosos da educação, que buscam compreender como o coordenador tem sido visto e como pode atuar frente ás situações que ocorrem no dia – a – dia de um estabelecimento de encino.

Por meio da pesquisa realisada, pude perceber que tanto professores quanto os próprios coordenadores ainda não possuem essa clareza, o que acaba tornando a coordenação pedagogica com outros fins que ainda não prioriza a melhoria da qualidade de processo de encino e aprendizagem.

Desenvolvimento

A escola, enquanto instituição social tem como papel a disseminação do conhecimento histórico construido pela humanidade. segundo dourado (2007) a educação deve ser entendida como um amplo processo de socialização e cultura,a educação deve ser entendida como um amplo processo de socialização e cultura, um lócus para produção e aquisição do saber. O autor enfatiza que nessainstituiçaõ, as politicase aquisião do saber. O autor enfatiza que nessa instituição, as políticas, a gestão e o processo de ensino- aprendizagem se organizam, de forma coletiva ou não, objetivando a formação.

Assim sendo, a escola deve ser palco de relação sociais por meio da exploração e reflexão das saberesde forma crítica para a construção do conhecimento. O objetivo dweve ser garntir a formação de cidadão consciente e transformador de sua realidadde em prol de uma sociedade igualitária e justa para todos. Por tanto, deixa de ser cocebida como mera transmisssora de saberes e instrumento de manutençaõ de sistemas, para ser identificada como um ambiente que proporciona a troca e a interação entre seus entes. trocaca essaque ocorre, por meio da reflexão e criticidade do seu próprio ambiente soccial e politico, de forma a interagir com a sociedade, a fim de preservar e /ou modificar sua sitematica a favordo bem estar social.

Entretanto, essa é uma realidade em que há um longo caminho a parrer para alcançá- la,a começar pela próa formação de seus professores, que :

[..] supõem profissionais do encino com sólida formação básica. […] Os profissionais da educação,dada a disponibilidadede informações cada vez mais rápidas e disponibilidade de informações cada vez mais rápidas e disponíveis que, de certo modo, deixam de ser propriedade exclusiva mais rápida e disponíveisque, de ccerto modo, deixam de ser propriedade exclusiva de especialistas, deverão, não só estar a par dos instrumentos e conteúdos que as disponibilizam como exercer sua autoridade em bases críticas e reflexivas ( CURY, 2006,p.9). As novas exigencias educacionais clamam por um professor capaz deadequar o trabalho que realiza ás novas realidades da sociedade atendendo o aluno em suas necessidades . esses profissional precisa de uma formação ampliada, o que seria, segundo Libâneo (2002,p. 10); :a […] capacidade de aprender a aprender, completências para saber agir na sala de aula, habilidades comunicativas, domínio da lingua informaciional, saber usar meio de comunicação e articular as aulascom as mídias e multimidias'.

É imprencindivel que o aluno frequente uma escola com a qual se identifique, e em meio a tanta diversidad seja capaz de construir sua identidade,e em maio a tanta deiversidade, seje capaz de construir sua propria identidade, e em meio a tanta deivesidade, seje capas de construir sua identidade com autonomia, e que nesse ambeiente tena profissionais sensiveis, capazes de ter uma postura de (FREIRE,2008), em que o trabalho pedagogico esteja fundamentado nas histórias de vida dos alunos, para que, assim, sejam capazes de vencer seus desafios e conduzir sua própria vida. Não há um soluçaõ mágica para enfrentar os desafios presentes em sala deaula, portanto é fundamental que o aluno e professor vivem.

Por ser um conjunto de detrminantes da realidade concreta que colabora para tal problema, no meio educacional, o profesor deve aliar- se a outros profissionais da educaçaõ, entre eles, o dietor e o coordenador pedagógico, em busca de soluções. Essa atitude de cunhocoletivo deve estar fundamentada no Projeto Politico Pedagogico, para que a escola possa ser um espaço de descobertas e de conhecimento. Para que isso aconça é nessesario o resgate do professor como sujeito de transformação, em que, ao exercer o seu papel possibilite a mudança do outro, de si e da realiedade na qual está inserido.

Conclusão

O objetivo principal deta pesquisa foi de investigar a participação do coordenador pedagogico no espaço e tempo da coordenação pedagogica. Neste sentido, entende- se que para que o coordenador pedagogico possa atuarcom excelência é preciso, primeiro, que ele saiba quais são as suas atribuições, a fim de se dedicar a elas. Por meio da pesquisa realizada, pude perceber que tanto professores quanto os próprios coordenadores ainda não possuem essa clareza, o que acabea tornando a coordenação pedagogica com outros fins que aindanãoprodia a melhoria da qualidade do proceso de encino e aprendizagem.

Para que o eixo das atribuições que lhe compete seja alcançado, faz- se necessárioque o coordenador e demais funcionarios das escolas tenhamconhecimento das atribuições que lhes são pertinentese, assim valorizem- no como facilitador de processo ensino- aprendizagem, na busca da solução das dificuldadesapresentadas e alcance das habilidades preconiadas pela Portarianº27, de 01 de fevereiro de 2008.

A análise das informações reveladas na pesquisa evidencioua necessidadede um maior aprofundamento em relação ao papel do coordenador pedagogico nos estabelecimentos de encino e também a valorrização deste profissional, instrumento essencialpara o alcance dos objetivos traçados nos planos de ação das escolas, em particular ás da rede pública de ensino.

A pequisa veio ao encontro da função que exerço na escola emque atuo e ajudo- me a perceber a importancia em auxiliaro professor em sua prática em sala de aula, compreendendosuas angústias e tentando apresentar caminhos para aconcretizaçãodo fim maior da educação que é conduzir o educando á sua formaçãointegral.

Por derradeiro, importante se mencionar que é, portanto, por meio do conhecimento claro de suas atribuições que o coordenador pedagogico, de formar a garantira qualidade da educação escolar.

Referências

DOURADO, LF; OLIVEIRA,J.F;SANTOS,C.A.A qualidade da educação:conceitos e definições. Brasília, DF:INEP, 2007.

FREIRE,Paulo.Pedagogia da Autonomia: saberes nessários á prática docente.São Paulo:Paz e Terra, 2008.

LIBÂNEO.J.C.Pedagogia e Pedagogos, para quê? São Paulo:Cortez, 2002.

Raquel dos santo

São Sebastia do Cai - RS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *