Os Pés

Os pés, são estruturas complexas, formadas por vários ossos, articulações, músculos, unhas, nervos e vasos sanguíneos. O cuidado com os mesmos não pode ser apenas uma questão de estética e/ou embelezamento, pois, são importantes para a saúde também do nosso corpo. O habito de inspecionar periodicamente os pés pode evitar possíveis podopatias. Assim como os pés adultos, os infantis exigem cuidados especiais e se saudáveis garantem a sustentação e o deslocamento do nosso corpo sem causar desconforto algum. Ainda que frágeis os pés infantis devem ser estimulados, ou seja, devemos deixar os bebês descalço em casa ou em um ambiente indicado para tal, para que assim a calcificação dos ossos dos pezinhos não seja comprometida. Evitar o uso de calçados apertados pode ser uma boa escolha. Devemos também, saber escolher os calçados apropriados. O uso incorreto pode causar problemas que podem se tornar bem desagradáveis. Ao praticar esportes o cuidado precisa ser cada vez maior, pois, a transpiração dos pés cria condições perfeitas para o desenvolvimento de fungos, provoca odores, infecções, micoses, eczemas, pé-de-atleta, chulé, onicomicoses, e outros, podem ser bem inconvenientes e nos causar desconforto. Todas as pessoas, devem cuidar da saúde dos pés. No entanto, nem todos têm essa preocupação que deveria ser uma das prioridades em relação à saúde do nosso corpo. Considerando que o diabetes é uma patologia que pode até incapacitar o indivíduo portador da mesma. Algumas podopatias comuns são:

•   Verruga plantar: Causada pelo Vírus HPV – Papiloma vírus humano.

• Pé de atleta ou frieira: É uma micose que pode ser desenvolvida mais facilmente no verão, por conta do calor e umidade.

• Bolhas: São causadas devido ao excesso de fricção, uso de calçados apertados, queimaduras causadas pelo frio, calor ou muito sol, doenças na pele, alergias e irritações.

• Unha encravada(onicocriptose): É causada por pressão ou   pancadas entre outros… e na maioria das vezes por queda, e corte incorreto. 

A importância da prevenção não deve ser diminuída em nenhuma hipótese, pois, pode evitar sérios danos à saúde dos pés e do corpo. No caso de precisar de tratamento, deve-se procurar o profissional correto. O cuidado diário, a   autoinspeção dos pés, a hidratação são fatores importantes e fundamentais. É necessário inspecionar os pés sempre todos os dias, verificando cada centímetro para que não tenham alterações que causem eventuais podopatias. Alguns cuidados necessários com a higiene, devem ser regulares e detalhadas. Verificar temperatura da água usada(que deve estar sempre inferior a 37°c), além disso, outros cuidados são necessários, seguem alguns exemplos:

• Usar meias claras, ao usar calçados fechadas.

• Evitar o máximo andar descaço, tanto em ambiente fechados ou ao ar livre. 

• Evitar usar meias com costura.

• Trocar de meias todos os dia.

• Nunca usar meias apertadas ou acima do joelho. 

• Evitar sapatos apertados. 

• Hidratar sempre os pés. 

• Cortar as unhas em linha reta;

• Nunca utilizar os agentes químicos para remover calos; 

Além de podopatias que podem surgir, pode-se detectar patologias,  sintomas de outras doenças. Prevenir e cuidar é sempre o melhor remédio.

 

 

 

 

 

Maria Aldaciana Dos santos marques

Pacoti - CE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *