Produção musical, o melhor a se fazer no ramo da música.

Durante esse estudo, entrando na parte de áudio pode-se definir com mais clareza os aspectos que ouvimos, quando nos deparamos com um apresentação sonora, não nos damos conta do processo que o som passa até chegar aos nossos ouvidos.

Esse som possui características:

-Intensidade: que tem haver com a força do som

-Timbre: que é o elemento que identifica as diferentes fontes que produzem o som, tipo: 2 instrumentos tocando a mesma nota ou 2 pessoas cantando no mesmo tom.

-Duração: se são longas ou curtas

-Altura: os mais baixos são mais graves e os mais altos são os mais agudos.

Já a frequência do som é medida em quantidade de ocilações por segundo, cada nota musical caminha em uma frequência, e cada voz cada instrumento produz uma frequência diferente.

O decibel por sua vez serve para medir o som mas não simplesmente como na nossa casa que temos o botão de 1 a 10, Além de medir a pressão sonora existem outras dezenas de referencias padronizadas para calcular os decibéis que medem também a intensidade dos sinais elétricos.

Sobre os tipos de equipamentos, temos os:

Microfones: que são dispositivos eletrônicos que captam o som em converte em sinal elétrico.

Direct boxes: São divisores eletrônicos que ligam instrumento a cubos com saída também para mesa de som, são usados para instrumentos com notas tão graves que não conseguem ser captadas por microfones, como teclados e contrabaixos.

Mesas de som: Também conhecida como mixer ela é o principal componente do sistema pois é onde misturamos os sinais e controlamos os volumes dessa mistura.

Equalizadores: compensam de forma precisa as diferenças tonais causadas pelo ambiente.

Processadores de dinâmica: eles trabalham para ressaltar a dinâmica e prevenir excessos tanto para o equipamento, quanto para nossos ouvidos.

Efeitos: são aparelhos que modificam o som.

Amplificadores, crossovers e caixas acústicas: os amplificadores são a reta final do sinal do áudio, eles o aumentam e dão potência suficiente para alimentar as caixas e os crossovers separam o sinal que deve passar para cada transdutor da caixa acústica, eles podem ser internos ou externos.

Ao instalarmos todo esse equipamento devemos tomar muito cuidado com a parte elétrica, pois ela é responsável por toda interferência, antes de colocar o equipamento em risco, devemos usar os filtros de linha, estabilizadores para os equipamentos. Outro cuidado é utilizar cabos de áudio de boa qualidade, é importante que os cabos sejam bem soldados, trançados e com acabamento a ouro.

Para sermos bons operadores precisamos de experiência: prática, prática e prática, ao ligar o equipamento comece pelo filtro de linha, depois a mesa e os periféricos em ordem: equalizadores, compressores e por fim amplificadores, na hora de desligar siga a ordem inversa.

Os ajustes e equalizadores (PA e retornos) crossovers e delay são basicamente fixos, após regulados devem ser mantidos e conferidos sempre que operamos o som. Já nos compressores e noise-gates mexemos um pouco de acordo com sua necessidade.

Deve ser feita uma manutenção preventiva em todo o equipamento, é menos trabalhoso e mais barato do que a corretiva, um dos cuidados básicos é cobrir o equipamento, limpar com flanelas, panos umedecidos e desconectar os cabos silicone neles. Limpar as espumas que protegem as ventoinhas dos amplificadores, inspecionar os cabos e substituir os que não estiverem bons, e de 6 em 6 meses realizar a limpeza profunda com a ajuda de um profissional.

Um bom operador de som deve ter uma audição bem treinada, conhecer diversos estilos musicais e aprender a distinguir os sons. Portanto treino é prática são fundamentais para a formação de um bom técnico de som.

CONCLUSÃO

Chego ao fim com satisfação, pois aprender as operações básicas da produção musical me tornou mais confiante como musicista, espero que todos os que o fizerem sintam a mesma energia e alegria de ter um conteúdo tão completo.

REFERÊNCIAS

RANE, Professional audio reference, rane corporation.

Dayane

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *